Dias difíceis

14:29

 


imagem do facebook

Olá, olá, olá. Bom dia, boa tarde, boa noite! Tudo bem por aí? Por aqui, mais ou menos.
Tive que olhar essa imagem várias vezes esses dias. A semana não começou animadora por aqui. Tive vontade de desistir várias vezes. 
O que me impediu de fazer isso foi justamente lembrar que a decisão de emagrecer foi tomada primeiro internamente, não por fatores externos ou por alguém de fora; mas por mim. EU ESCOLHI. Acho que se fosse de outra forma, teria desistido e voltado a comer como antes.
Então, acho que é isso. Li uma vez, não sei aonde, que as grandes mudanças acontecem de dentro para fora, e até o livro famoso 'The secret' (o segredo) fala um pouco sobre isso. 
Não foi fácil, aliás, não está sendo. A crise ainda continua, o desânimo também. Mas, desistir não é uma opção. 
O peso baixou pouco? Paciência! Melhor baixar pouco do que não baixar. 
O peso não baixou? Paciência! Melhor manter do que aumentar. 
O peso aumentou? Licença, vou ali me jogar da janela. 
(...)
Pronto. Voltei. A janela em questão está a 1 metro do chão. Então, nada aconteceu. :P
Isso é sim muito frustrante, toda essa coisa de peso, balança e tudo mais... mas não há o que fazer. Pelo menos não por enquanto.  
Sim, eu poderia aumentar isso, diminuir aquilo, mas acho que ainda não estou no efeito platô, afinal me peso todos os dias ( sim. Todos os dias!) e de um dia para o outro muita coisa pode acontecer: eu posso estar retendo líquido ou qualquer outra coisa (sim, isso mesmo que voce pensou, hahahaha), ou posso ter comido algo que ainda não foi metabolizado...enfim, não dá para se desesperar apenas por ter hoje o mesmo peso de ontem.
Isso tudo eu sei, racionalmente. Emocionalmente é outra história. É difícil lidar com a realidade de que só faltam 400gramas para atingir a primeira meta do ano e essas 400gramas não vão embora.
Tudo bem. Paciência!
Continuo fazendo tudo certinho, seguindo um dia de cada vez e adotando este novo estilo de vida, que escolhi seguir para o resto da minha vida. Porque a dukan é sim um estilo de vida, não uma simples dieta. É uma nova forma de se alimentar, para sempre, que te possibilita chegar ao peso dos sonhos e não engordar mais. 
E, quando a frustração aparece, procuro focar em histórias de sucesso; ver fotos motivadoras e lembrar que sou capaz de conseguir também. Quando tudo isso não dá certo e ainda estou com vontade de me jogar em um big mac, 'encher a cara' de chocolate, me afogar em um milk shake, sento e choro. Hahahahaha, brincadeirinha! Repito em voz alta: não cheguei até aqui para desistir, vou até o fim desta vez. Depois, sento e choro (brincadeirinha de novo! Não que não dê vontade de chorar). Vou fazer artesanato para desviar o foco. 
É só uma questão de tempo. Vai passar. E, a vitória valerá a pena. 
O ano está apenas começando e o meu sucesso só depende de mim. 
E voce, já teve sua primeira crise do ano? Não?! Que ótimo! Desejo que continue assim. Sim?! Como voce fez para retomar o foco? Conta pra mim.
Um grande beijo.
Jane Leandro

You Might Also Like

2 comentários

  1. Saudações Jane! Olhe... eu to num desanimo daqueles! Li uma reportagem que o Medico inventor da dieta Dunkan perdeu o direito de exercer a medicina, não, não quero te desanimar... mas que tal sair pra um passeio na rua? Ande.... ande bastante que vc consegue! Beijos e abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, fique tranquila, voce não me desanimou. =] Antes de fazer esta dieta, li muito, pesquisei exautivamente. E, cheguei à coclusão de que ela é totalmente segura para mim. Até tenho vontade de dar umas voltas, mas o calor e o sol me impedem de fazer isso. Por hora, prefiro tentar o simulador de caminhadas mesmo.
      Obrigada pela visita, um grande beijo.

      Excluir

Like us on Facebook

Flickr Images