Vamos conversar?

09:30

Olá, olá, olá! Bom dia, boa tarde, boa noite!
Tudo certinho por aí?

Então, vamos conversar?
Fim do ano chegando, e com ele vem o inevitável balanço do que conseguimos cumprir das promessas que fizemos no fim do ano passado. Com isso bate aquele desespero de tentar cumprir, ou pelo menos começar, algumas delas antes que o ano acabe. Quem nunca?

O problema é quando isso envolve emagrecer. Acabamos caindo na cilada de tentar perder peso rápido para poder compensar os 11 meses perdidos.
E como fazemos isso? Caindo no conto do vigário!
Compramos alguma dessas revistas com a matéria de capa mais chamativa: 'perca 5kg até o ano novo', 'como se livrar dos excessos do natal', 'detox pós festas- perca 2kg em dois dias' e por aí vai. A verdade é que essa época do ano 'pipocam' revistas com matérias parecidas com essas. Quem nunca passou o dia 23 tomando só sucos para perder 1kg antes do natal que atire a primeira pedra.

Estava aqui pensando (sim, essa época do ano normalmente fico mais introspectiva do que o normal) em quantas vezes nossas motivações estão erradas. Queremos perder peso para entrar 'naquela' roupa, chamar atenção 'daquele gato' ou para parecer mais bonitos e magros diante daqueles parentes chatos, que sempre tem uma piadinha sobre o peso para contar, torcendo para que eles (pelo menos esse ano) nos falem o quanto estamos bonitos e mais magros. Se identifica?

A verdade é que a motivação deve ser mais do que isso.
Emagrecer deve ser a consequência de uma jornada de amor próprio e auto conhecimento.
Devemos parar de querer emagrecer para os outros, ou pelos outros e aceitar a responsabilidade por nossas escolhas. Até porque nem sempre o apoio vem de onde achamos que deveria vir.
Quem nunca ficou frustrado ou triste porque ninguém notou sua perda de peso? Ou, pior do que isso, quem nunca ouviu uma risada ou um 'eu duvido' quando confidenciou à alguém que iria emagrecer?
Triste verdade...

Vamos tentar fazer diferente esse fim de ano? 
Vamos tentar fazer as pazes conosco e buscar nossas motivações internas?
Vamos iniciar um caso de amor conosco e fugir das armadilhas de revistas sensacionalistas?
Que tal liberar os outros do peso de ter que nos motivar e fazermos isso nós mesmos?

Eu estou tentando. Confesso que nem sempre é fácil. Muitas vezes dá vontade de passar o dia só no alface com pepino (me julguem). Outras vezes dá vontade de chutar o balde. Mas, o amor próprio está me ajudando a vencer o desespero de terminar o ano mais pesada do que comecei.
Escolhas erradas, resultados ruins. Não quero mais isso pra minha vida. (gente, isso dá até um mantra, ou uma frase para mentalização)

É um processo longo, mas estou conseguindo.
Vem comigo?
Um grande beijo,
Jane Leandro

You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook

Flickr Images