A polêmica da posse da presidenta.

10:58

Olá, olá, olá! Bom dia, boa tarde, boa noite!
Como foi a sua virada do ano?

Eu não ia postar nada sobre isso, mas não resisti. Me julguem (de leve).
Na verdade eu estava tentando mudar a cara do blog. Mas como não entendo nadica disso e estou tomando uma surra, dei uma pausa. Pobre pessoa.

Agora vamos ao assunto to post!
O assunto mais comentado em alguns grupos que participo no facebook foi o vestido da presidenta. Alguns fizeram até comentários bem ofensivos e postaram uma foto comparando ela à um botijão de gás com uma capinha de crochê.

Achei melhor não reproduzir a foto em questão pois, embora engraçada à primeira vista, acho desrespeitosa. Sou antiquada mesmo, acho que é a idade.


foto do uol
 Essa foi a foto que usaram para fazer a montagem. Bem, eu não sei o porquê, mas o decote do vestido não ficou bom. E a cava da manga parece que não ficou no lugar certo. Não entendo de costura ou modelagem, mas imagino que o tecido seja difícil de se trabalhar. Talvez por isso a aparência não tenha ficado das melhores. E, talvez também, o modelo não seja o ideal para o tipo de corpo da presidenta. Minha opinião baseada no 'achismo'. 


foto do site da veja.
O que fica claro nessa foto é a diferença entre ela, que era a autoridade maior da foto, e as outras mulheres. A filha dela (ops, não sei o nome) está deslumbrante. E a mulher do Temer, usando renda também, está muito bonita. Não estou aqui comparando a beleza física entre elas, mas a aparência como um todo (tipo de roupa que combina com o tipo físico, realça os pontos fortes e disfarça o que não precisa ficar em evidência). Exm. sra. Dilma, se eu fosse a senhora, contratava outra pessoa para ficar responsável por sua imagem. 


O que me levou a fazer esse post não foi a roupa da sra presidenta, mas a forma grosseira como as pessoas se referiram à ela.
Confesso que eu não sou uma apaixonada por ela ou seu partido, por muitos motivos que não vou citar (afinal esse não é um espaço político). Mas, realmente fiquei assustada com o tipo de comentários que as pessoas fizeram.

Eu não consigo entender mulheres que usam xingamentos machistas com outras mulheres.
Não consigo entender como mulheres acima do peso chamam outras mulheres de gordas, baleias, porcas gordas, baiacu...e por aí vai.
Não consigo entender um comentário malicioso vindo de alguém, que também tem que dar duro e se impor (muitas vezes se 'masculinizando') no mercado de trabalho para ser reconhecida, pelo simples fato de ser mulher.
Não consigo entender comentários machistas vindo de mulheres.
Não consigo entender pessoas que sofrem preconceito e são maltratadas por estarem acima do peso, agirem com o mesmo preconceito com os outros. 
Não consigo entender a maldade do ser humano.

O que eu percebo é que as pessoas estão se desumanizando.
A internet está nos tornado pessoas mais frias. Ou nos mostrando sem máscaras.

O que tenho visto nas redes sociais é que as pessoas, por se sentirem seguras, escondidas do outro lado da tela, desnudam seus preconceitos em alto e bom som, sem se preocupar se vão ofender ou magoar aos outros.
As vezes tenho a sensação que estamos descontando nossas frustrações nos outros. Afinal, nunca vamos ver essas pessoas mesmo...

Mas, será que isso nos faz sentir melhores?
Será que chamar alguém de 'gordo xexelento' nos faz mais magros?
Será que diminuir alguém nos torna superiores à ele?
Será que precisamos realmente ofender e xingar pessoas, que nem conhecemos, apenas por discordarem de nós?

Esse, com certeza, não é o primeiro post do ano lindo que eu queria fazer.
Não ia falar sobre isso. Nem vi a posse da presidenta. 
Porém, os comentários que vi me fizeram pensar.

Estamos tão expostos e, ao mesmo tempo, tão vulneráveis na internet. Qualquer um pode vir aqui e me xingar de gorda, mal amada, mal comida, infeliz, feia, burra, analfabeta...e, a partir do momento que decidi me expor, estou sim sujeita a esse tipo de coisa. Tudo bem, esse blog nem tem acessos, estou aqui falando sozinha na maior parte do tempo. Mas, sei lá né. Vai que...

Voce pode discordar. Pode até achar que não é bem assim.
Pode me achar feia, gorda (isso eu estou mesmo), chata e não gostar da forma como eu escrevo. É direito seu.
O meu convite é para que analisemos nossa postura na internet. Para que, mesmo por um instante, nos coloquemos no lugar do outro.
Vamos espalhar amor. Ser mais gentis com o próximo.
O ano está começando. Que tal fazermos diferente?
Feliz 2015!
Um grande beijo,
Jane Leandro.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Saudações Jane! Olha.... concordo com algumas coisas que voce escreveu! Eu nao sou feminista, eu nao sou machista, sou humanista. Sim!!! HOMEM quer dar o rabo? Dê! MULHER quer ter mulher? Que tenha! Fulano quer se vestir como se fosse um papagaio? QUE SE VISTA! Eu tenho respeito por toda e qualquer pessoa! Respeito é a base de tudo! Porém, relacionado com o lance de xingamentos a presidente, creio que seja devido a insatisfação politica geral que ela causa pelo seu governo! O Brasil esta afundando cada vez mais em cagadas governamentares! E a forma que o povo tem de se manifestar são os xingões! Eu não sou de esquerda, nem sou de direita, sou de um fundamento que o pais deveria voltar a ter o destaque que tinha antes de o PT governar o pais... e antes que esse comentario se torne um monologo, vou deixando meus beijis e abraços, dizendo que, timidamente, estou retornando ao blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, imagina! Pode falar o quanto quiser!
      Eu sou, por definição, capitalista, mas enfim achei que a coisa ficou demais. Faltou o respeito.
      Sobre o país está afundando, concordo. E já via isso há muito tempo, mas o povo ainda não sabe argumentar e convencer, então parte para a ofensa. 2015 promete!
      Um grande beijo.

      Excluir

Like us on Facebook

Flickr Images